quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Especial

Com o passar do tempo aprendi sempre á deixar não só as portas abertas, mas também as janelas, pois é através dessas janelas entreabertas que me deparo com uma sensação nova, algo que acaba com o meu desamparo alimentado ao longo desse tempo, a dona dos meus sentimentos, eis então que surge com seus olhos claros, e com um ar de ternura, a magia acontece e eu me vejo em seu olhar, toda reservada, sem malicias, com medo de se entregar, mas você me provoca e eu penso “... se eu pudesse abrir a sua cabeça e ver o que pensa sobre mim,observar a sua mente em transe, para saber as suas vontades e os seus desejos, até tocar o seu coração e conhecer o que guarda ai dentro ...” enfim posso sentir, que o ritmo ,ele acelerava e eu já não posso mais me defender eu não sei como,mas o sentimento ele cresce aqui, e de repente me pego pensando em você ,e agora quero que saiba, pois se não se lembra eu jamais vou te esquecer e quando fecho os meus olhos só vejo você.

Será que existem coincidências?

Pedro Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário